PROJETO CATETO

 

A parceria entre o Centro de Referência em Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável – CREADS, o  Instituto Estadual de Florestas- IEF/MG, as Universidades Federais de Minas Gerais – UFMG, de Ouro Preto – UFOP e de Viçosa – UFV e a Univerity of Salford-Manchester (Reino Unido),com o apoio da Vallourec, concretizou para o ano de 2015 o início do PROJETO CATETO, com o objetivo de gerar um conhecimento científico apurado e específico sobre os catetos (Pecari tajacu).

IMG_0078O cateto é um animal nativo das Américas, que ocorre em todo o território nacional. Embora não figure entre as espécies ameaçadas nacionalmente, no Estado de Minas Gerais a espécie se encontra em perigo de extinção, portanto, é importante que medidas conservacionistas sejam tomadas. Ainda, por se tratar de uma espécie de ampla distribuição e com dieta generalista, os serviços ecossistêmicos prestados podem ajudar na restauração ambiental, já que essa espécie é reconhecidamente uma eficiente dispersora de sementes de um grande número de espécies vegetais.

Pesquisadores com suas respectivas equipes coordenarão subprojetos no criadouro do CREADS.

Os subprojetos englobam estudos comportamentais detalhados, testes de reconhecimento de predadores e não predadores, avaliação da eficácia de treinamentos antipredação e de sobrevivência, programas de enriquecimento ambiental, avaliação parasitológica (testes sorológicos, identificação de endoparasitos, ectoparasitos e hemoparasitos) e análise de diversidade genética e estrutura populacional.

O PROJETO CATETO também propõe uma pesquisa multidisciplinar das relações entre as culturas humanas e os catetos. A partir desses resultados, uma proposta de atividades de educação ambiental será elaborada.

O objetivo geral do projeto é avaliar aspectos comportamentais, genéticos e parasitológicos de grupos de catetos cativos, além de levantar aspectos etnozoológicos acerca da espécie, a fim de fornecer subsídios para uma possível reintrodução desses grupos na natureza.

logos_projeto_cateto

topo